terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Programa de fim-de-ano

Lamento mas o programa de fim-de-ano, que estava planeado para dia 1 de Janeiro, com repetição dia 4, não vai para o ar (nem internet).
Peço desculpa e desejo a todos um bom 2009.

terça-feira, 23 de dezembro de 2008

Resumo do especial de Natal

Ok, afinal o especial de natal entra no blog, mas apenas para download.

O programa está aqui - Registos Sonoros 25-12-2008

Aqui vão as músicas passadas no programa, por ordem:

Luna - Egg Nog
Badly Drawn Boy - Donna & Blitzen
Mascott & Gramercy Arms - This Christmas Time
Summer Cats - Plastic Christmas Trees
Raveonettes - Come On Santa
Calexico - Gift X-Change
El Perro Del Mar - You Can't Steal A Gift
Otis Redding & Carla Thomas - New Year's Resolution
Ella Fitzgerald - The Secret Of Christmas
Jasckson 5 - Frosty The Snowman
Low - Just Like Christmas
Fireflies - X-Mas Song
Blitzen Trapper - Christmas Is Coming Soon
Eux Autres - Merry Xmas Everybody
Slow Club - Christmas TV
Elvis Presley - It Won't Seem Like Christmas (Without You)
Frightened Rabbits - It's Christmas So We'll Stop
Judy Garland - Have Yourself A Merry Little Christmas

Feliz Natal a todos

sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

Resumo do programa 18-12-08

A segunda parte do Top 20, mais conhecida por Top 10, já está disponível para escuta e download.
Como o programa dá às quintas e repete aos domingos na Rádio Zero e a grelha não vai de férias de Natal, nos dias 25 e 1 vai passar o Registos Sonoros.
Vou fazer uma espécie de "set list", menos conversa e mais música, que não vou inserir no blog (a não ser que alguém queira assim tanto).

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Segredos

Finalmente com a net a funcionar em pleno e a preparar o próximo programa, quero só acrescentar que algumas das músicas do Top 20 estão disponíveis para download...

domingo, 14 de dezembro de 2008

Não há programa para ouvir

Ando com uns problemas na net, por isso não há programa disponível para ouvir. Segunda-feira já deve estar tudo tratado

Resumo do programa 11-12-08

Esta semana o programa não tem novidades. A hora é dedicada a mostrar as melhores músicas de 2008.
A lista é claramente pessoal e discutível, mas em vez de ser politicamente correcto e escolher as melhores canções consoante as vendas ou a crítica, escolhi-as porque me surpreenderam, ou simplesmente porque me agradaram e estiveram em constante audição aqui por estas bandas.
Afinal de contas o que faz uma boa canção? Não será despertar a vontade de a ouvir?

Aqui está o Top 20 de 2008:

01 - MGMT – Time To Pretend
02 - Jukebox The Ghost – Hold It In
03 – Black Kids - I'm Not Gonna Teach Your Boyfriend How To Dance With You
04 - Walkmen – In The New Year
05 - Airborne Toxic Event – Does This Mean You’re Moving On?
06 – Karkwa – Le Compteur
07 - David Byrne & Brian Eno – Strange Overtones
08 - Kings Of Leon – Sex On Fire
09 - Shearwater – The Snow Leopard
10 – Fleet Foxes – Your Protector

11 – Santogold – You’ll Find A Way
12 - Friendly Fires - Paris
13 – Ladyhawke – Back Of The Van
14 – Animal Collective – Water Curses
15 - Forward Russia – Spring Is A Condition
16 - Death Cab For Cutie – No Sunlight
17 - Of Montreal – Id Engager
18 – Last Shadow Puppets – Standing Next To Me
19 – M83 – Graveyard Girl
20 – Long Blondes - Century

O programa de 11-12-08 chegou apenas ao número 11. Para a semana, dia 18 (quinta-feira) ouçam da 10ª à 1ª música do Top.

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

Lost in Indian translation

Palavras para quê?
É uma reacção a este post.

Uma espécie de Thriller indiano


Isto nem sei o que é, mas a senhora tem uma voz de rouxinol.


Olha o gajo do Thriller outra vez!

Resumo do programa 04-12-08

Esta semana abrimos com (International) Noise Conspiracy e Meridene.
Os Elbow trazem duas de seguida, e uma para os Parties, banda inspirada no rock dos anos 60.
O que nos leva aos Kinks e a um dos destaques este ano, os Fleet Foxes.
Rui Reininho toca Bem Bom, das Doce, por ocasião do lançamento do seu trabalho a solo.
David Byrne & Brian Eno editam finalmente (e fisicamente) o seu disco.
Os Killers e o seu novo álbum Day And Age mereccem duas músicas, e para fechar, os Firemen de Paul McCartney e Youth e outra das melhores do ano. In The New Year dos Walkmen.

quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Resumo do programa 27-11-08

Esta semana pende bastante para o lado electrónico. Faunts, Deastro, Alaska In Winter, Santogold e Max Tundra são prova disso.
Recorda-se Pet Shop Boys e Klaxons, também no reino dos sintetizadores.
Já mais a atirar para a folk e o rock temos Florence And The Machine, Kindness Kind, Sleeping States e Andy York.

Este fim-de-semana há campanha do Banco Alimentar Contra A Fome, ajudem!
Eu vou estar, sábado, das 11 às 14 e das 23 às 2, a fazer rádio para animar os voluntários de Alcântara.

quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Resumo do programa 20-11-08

Franz Ferdinand, Little Joy e She Keeps Bees têm, esta semana, direito a duas músicas.
Por associação chegamos aos Blondie de Parallel Lines (de Little Joy a Strokes, depois a Postmarks e finalmente Blondie).
Presentes estão também os Love Is All, Ford & Fitzroy, Creaky Boards, Jihae e Spindrift, que por acaso são a banda que abre o programa esta semana.

sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Desta vez não há biografia

Mas ficam aqui uns vídeos...

Starfucker - Rawland Gregory Erickson The Second


Da semana passada:
Of Montreal - Id Engager


Dos tempos do "Disco", que recordamos neste programa:
Donna Summer - I Feel Love


E Pixies, que não estão no post biográfico da semana passada.
Pixies - Dig For Fire


Pixies - Alec Eiffel

quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Resumo do programa 13-11-08

Em nome de toda a tripulação, o comandante Tiago Crispim dá-vos as boas vindas a bordo.
Este voo terá a duração aproximada de uma hora, durante a qual se irá viajar pelas novidades da música alternativa.
Tripulação, portas em arm.

Esta semana vamos voar em busca dos novos sons.
A vossa tripulação de cabine durante esta hora é composta por:
Hari and Aino, The Lucksmiths, Eulogies, Danks, Fan Death, Donna Summer, Future Clouds And Radar, Starfuck, Frida Hyvönen, Dead Trees, Casper & The Cookies, Emily Loizeau, Dancer Vs. Politician e Fm Belfast.

Obrigado por voarem com Registos Sonoros.

sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Pixes - biografia

Esta banda é citada frequentemente como uma grande influência no rock alternativo dos anos 90.
Formados em 1986 por Black Francis, David Lovering, Kim Deal e Joey Santiago, os Pixies lançaram quatro álbuns, de 1988 a 1991, todos na 4AD.

O grupo começou quando Charles Thompson (Black Francis) e Joey Santiago partilharam um quarto na universidade. Começaram a tocar juntos e em 1986 formaram a banda. Duas semanas depois Kim Deal juntou-se como baixista e o seu marido sugeriu, para baterista, David Lovering.


O nome do grupo foi tirado à sorte do dicionário por Santiago, que gostou da definição "pequenos elfos travessos".
O primeiro nome do grupo foi Pixies In Panoply, depois encurtado para o que conhecemos hoje.
O contrato com a 4AD surgiu após a gravação de uma demo com 18 músicas, que chegou às mãos de Ivo Watts-Russell (fundador da empresa).
O EP Come On Pilgrim surge em sequência dessa primeira demo com 18 faixas, das quais foram escolhidas oito.
Em 1988 foi lançado o primeiro álbum, Surfer Rosa. As letras estranhas de Black Francis, a guitarra descontrolada de Santiago e o baixo mais harmonioso de Deal já estavam presentes, mas o disco não chegou mais alto que 93º na tabela de singles britânica (Gigantic). Ainda assim é citado como um dos discos preferidos de vários artistas como PJ Harvey, Billy Corgan e Kurt Cobain.
Como uma das muitas curiosidades deste disco, há a conversa de estúdio que o produtor Steve Albini inseriu na gravação, conhecida como "You Fuckin' Die!(I Said)". A conversa foi propositadamente deixada na gravação porque Albini queria ter algum tipo de bricadeira de estúdio. (A conversa entre Deal e Black Francis é na brincadeira.)


Gil Norton produziu o segundo disco dos Pixies, Doolittle, lançado em 1989. Este álbum tem um som mais limpo e menos rude do que os anteriores registos, principalmente porque o "budget" era quatro vezes maior. Chegou a oitavo na tabela britânica, e os singles Here Comes Your Man e Monkey Gone To Heaven alcançaram a terceira e quinta posições na tabela de singles norte-americana. em 1995 passou a disco de ouro.

Depois do lançamento de Doolittle, a relação entre Black Francis e Kim Deal começou a tornar-se mais tensa, a ponto de Santiago e Francis pensarem despedir a baixista.
Por causa disso, depois da digressão deste disco, a banda fez um hiato, altura em que Deal fundou as Breeders, Francis viajou pelos Estados Unidos, Santiago fez uma viagem de auto-encontro e Lovering foi para a Jamaica.

Bossanova foi lançado em 1990, com todas as músicas a serem escritas por Black Francis.
Muito menos selvagem, mais harmonioso e inspirado no surf-rock, chegou a terceiro na tabela de vendas do Reino Unido.
Os singles Velouria e Dig For Fire, alcançaram o quarto e 11º posto nos EUA.


As notícias sobre uma eventual separação já andavam no ar, mas ainda houve tempo para Trompe Le Monde, de 1991.
O álbum teve uma recepção pior que os seus antecessores, mas mesmo assim chegou a sétimo no Reino Unido.
Head On e Letter To Memphis foram sexto na tabela de singles americana.

Os Pixies ainda colaboraram num tributo a Leonard Cohen e participaram na digressão dos U2, mas em 1993 Black Francis anunciou o fim da banda, notificando Santiago e Deal da sua decisão.

Em 2004 (no entretanto Black Francis mudou o nome para Frank Black e lançou três discos a solo), os Pixies voltaram a reunir-se e preparam actualmente um novo disco com os membros originais.


Para ouvir,
Debaser, música dedicada e inspirada no realizador Luis Buñuel, que realizou Un Chien Andalou (em conjunto com Salvador Dalí), filme surrealista que começa com uma imagem do olho de uma mulher cortado por uma lâmina (está na letra da canção a referência.) É do disco Dolittle.

resumo do programa de 06-11-2008

Bloc Party a abrir e School of Seven Bells a seguir. The Pains Of Being Pure At Heart apresentam dois temas do seu novo EP, e a ex-Pipette Rose Elinor Dougall vem logo atrás.
O guitarrista e teclista dos Ok Go, sob o nome Secret Dakota Ring, mostra novo disco e os malteses Beangrowers tocam aqui mais uma música.
Recordamos os Pixies e voltamos às novidades com Dreamend. Starflyer 59 mostram Brightest Of The Head e Vic Chesnutt, Elf Power and The Amorphous Strums tocam duas canções.
Para terminar, Au Revoir Simone com remistura de Pacific! e depois os Pacific! com um tema original.

quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Buddy Holly - biografia

Foi uma mera coincidência, mas quatro das bandas que passei esta semana referenciavam Buddy Holly como uma das suas influências.
Isso levou-me a uma pesquisa sobre o músico, que acho que vale a pena partilhar com todos os que se interessam por música e suas origens.

Charles Hardin Holley nasceu em Lubbock, cidade do estado do Texas, a 7 de Setembro de 1936.
Em rapaz aprendeu a tocar piano, violino e guitarra e iniciou-se na música counrty.
Na adolescência juntou-se a um amigo de escola e começou a tocar em bailes e clubes locais, música de inspiração bluegrass.
A vinda de Elvis Presley a Lubbock, em 1955, marcou o jovem que passou a tocar Rock 'n Roll.
O seu primeiro "concerto rock" foi a abertura para Bill Haley & His Comets, que lhe valeu um contrato na Decca Records (editora de Pavaroti, Louis Armstrong, The Who e muitos mais). Nessa altura, em 1956, Holley mudou o seu nome artístico para Holly.


Depois do contrato Buddy Holly formou os Crickets, sua banda de apoio, e começou a gravar nos estúdios de Norman Petty, no Novo México.
Outra editora, Coral Records (subsidiária da Decca), assinou com a banda.
Taht Will Be The Day foi o seu primeiro single.
Em digressão o músico conseguiu conquistar o Apollo Theater (muito ligado ao público afro-americano). Em 1958 a tournée levou-o à Austrália e ao Reino Unido.



Nesse mesmo ano conheceu Maria Elena Santiago, com quem se casou na sua terra natal, Lubbock.
Em 1959 os Crickets separaram-se e Buddy Holly começou uma digrssão a solo com vários artistas como Richie Valens (autor de La Bamba cuja carreira durou apenas oito meses) e JP Richardson (conhecido como Big Bopper, autor de Chantilly Lace). A digrssão era conhecida como Winter Dance Party tour.

No dia três de Fevereiro de 1959, Buddy Holly, na altura com 22 anos, fretou um avião para levar os músicos a Fargo, no Dakota do Norte, depois destes terem actuado em Clear Lake, no Iowa.
O avião caiu pouco depois de levantar voo. Os destroços foram descobertos umas horas depois, a cerca de 13 quilómetros do aeroporto.
O acidente matou Valens, Richardson, Holly e o piloto Roger Peterson.
A morte dos cantores foi inspiração, em 1971 para American Pie de Don McLean, que chamou ao incidente o dia em que a música morreu (The day that music died).


Mas mesmo após a sua morte continuaram a sair discos de Buddy Holly (até 1969). Isto porque o cantor gravou tantos temas que os produtores pegaram nos demos e contrataram músicos de estúdio para tocar por cima da voz e guitarra de Holly. Este processo de overdubbing era actualizado conforme a época.
O primeiro single póstumo foi Peggy Sue Got Married e Crying, Waiting Hoping, produzido por Jack Hansen.
A procura de discos de Holly não cessou e Norman Petty pegou em versões alternativas, músicas rejeitadas ou até demos de amador nas quais fez overdubbing (muitas vezes a orquestra mascarava o som lo-fi).

No programa passei Everyday, lançada ainda quando o músico era vivo, em 1958. Agora deixo aqui Crying, Waiting, Hoping, não na versão original nem na de 1959, mas a de 1964.

Gravada em 1958 no apartamento de Manhatan de Buddy Holly, foi misturada em 1959 por Jack Hansen com o estilo dos Crickets, em que o coro repetia a frase do vocalista. Em 1964, Norman Petty fez outro arranjo da canção, sem coro e com guitarras estilo surf.
Tem uma versão feita pelos Beatles.

Eu sei que o post é enorme. Mas serve para que todos os que conhecem de nome Buddy Holly, como eu anteriormente, passem a saber mais algo sobre este músico tão importante na cultura pop e musical.

Resumo do programa 30-10-08

Grandes nomes esta semana. Animal Collective, Of Montreal, Dears e Raveonettes com novo disco. Apresentamos também Jack's Mannequin, Sebastien Grainger, Hospital Ships, Crystal Stilts, Lake e Whispertown2000.
Claro está, sempre com músicas a acompanhar, durante uma hora.
Ainda há tempo para Jeremy Jay e recordar uma lenda do Rock 'n Roll, Buddy Holly.

quinta-feira, 23 de outubro de 2008

Resumo do programa 23-10-08

Os The Sea And The Cake abrem o programa, com os Lemurs bem seguidos. Dose dupla para Kaiser Chiefs, seguidos dos Butless Chaps e I'm From Barcelona.
Pop Levi leva-nos até ao verão passado e Seppuku Paradigm ao cinema francês.
Recorda-se Jeff Buckley, dá-se tempo para Ray Lamontagne tocar duas músicas, última delas dedicada à baterista dos White Stripes.
Seguindo a lógica, vêm os White Stripes.
Human Value quase no final e os agora extintos Long Blondes fecham a hora.
Para a semana há mais, até lá, fiquem bem.

sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Resumo do programa 17-10-08

Em semana de muitas novidades, o programa abre com os Pale Young Gentlemen, uma espécie de aperitivo para o mais recente EP de Final Fantasy.
Depois, uma banda inspirada em Calexico e Devotchka, são os Crooked Fingers, seguidos de Jolie Holland e Juana Molina.
Ainda há tempo para o novo tema dos Lambchop e duas dos Catfish Haven, uma banda que parece talhada para fazer introduções de séries de televisão.
Na recta final, um tema especial dos Coldplay e uma canção do último disco dos Department Of Eagles.


Para a semana o programa ganha novo horário. Às quintas, das 15h às 16h na Rádio Zero
. Na internet o upload do programa passa a ser feito quinta-feira.
Anotem no telemóvel, escrevam na agenda, façam o que quiserem, mas não se esqueçam.
Até para a semana.

sexta-feira, 10 de outubro de 2008

Resumo do programa 3

Antony & The Johnsons e Mercury Rev abrem o programa com as mais recentes canções dos seus novos álbuns.
Recupera-se Electric Feel dos Mgmt, uma das bandas do ano, para se chegar a Fugiya & Miyagi e depois aos franceses Air, influências electrónicas.
Ani DiFranco, Western States Motel e Chairlift são mais novidades a não perder, e a propósito destes últimos, vai-se buscar Ladyhawke e Fade To Grey dos Visage, um clássico dos anos 80, muito próximo da sonoridade tanto de Chairlift como de Ladyhawke.
Dear And The Headlights trazem-nos de volta à actualidade e os norte-americanos Portugal. The Man fecham as novidades da hora. Para final do programa, e influência da banda anterior, Learning To Fly, dos Pink Floyd.

Para a semana já está preparado Final Fantasy (Owen Pallet) e muito, muito mais.

sexta-feira, 3 de outubro de 2008

Resumo do programa 2

Only By The Night é o novo disco dos Kings Of Leon, banda do Tenessee que abre a hora semanal de Registos Sonoros.
São três músicas dedicadas a este novo disco, às quais se seguem David Byrne & Brian Eno.
Everything that happens will happen today é a nova colaboração dos dois músicos, com data de lançamento algures em Outubro (contudo já disponível para download oficial).
Os Snow Patrol, autores de Run, Chocolate e Eyes Open, também têm novo disco a sair, o que lhes vale uma passagem pelo programa, seguida dos Forward Russia, banda inglesa que por pouco não entrou na primeira série de programas.
Em semana de muitas novidades aparecem os Killers com o seu novo single, Human, do disco Day & Age, previsto para Novembro.
Já no final do programa vêm os Army Navy, que editaram o seu primeiro LP no passado dia 30 de Setembro, e os Tv On The Radio.
Estes últimos fecham a hora com duas músicas do seu mais recente trabalho, já considerado por muitos o melhor da banda, e um dos melhores álbuns do ano.

Não se esqueçam que, a partir de agora, podem fazer download do programa (aí na barra lateral) para ouvir quando quiserem.

quarta-feira, 1 de outubro de 2008

Novidades

Agora o blog tem um espaço para as subscrições. Cada vez que houver um novo post os que aderirem serão avisados.
Além disso, debaixo do player está um link para os feeds RSS, que permitem ouvir e descarregar os programas.
Até sexta.

segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Foi muito tempo sem dizer nada...

Este post está mais que atrasado e por tal peço desculpas.
As causas foram várias, mas a principal foi a falta de acesso à internet.
Agora já está corrigido.
O primeiro programa da segunda série já está disponível para audição no player aí ao lado.

Franz Ferndinand, Backyard Fire Tire, Delta Spirit, Horse Feathers e Okkervil River são as bandas mais recentes neste primeiro programa da segunda série. Próxima sexta-feira na Rádio Zero há mais uma hora (das 12 às 13) com as novidadades da música alternativa... até lá.

quarta-feira, 17 de setembro de 2008

De volta

Sim, as férias foram prolongadas mas o Registos vai voltar... e já esta semana!!!
Com um formato diferente, uma vez por semana e uma hora por programa.
Melhorado e alargado, o programa vai passar a incidir também em referências musicais. Não querendo ser uma lição de história da música, mas apenas um exemplo que mostra que a inspiração vem de algum lado.
Próxima sexta-feira do meio-dia à uma, na Rádio Zero (link na lateral) ou depois neste blog.
Fiquem bem.

segunda-feira, 11 de agosto de 2008

Quase registos

Aqui estão todas as bandas que estiveram para ser Registo Sonoro e não o chegaram a ser. O post é longo, bem sei, mas achei melhor agrupar logo todos porque não iria ter tempo para falar das bandas uma a uma.
As músicas que não me interessaram de todo foram logo apagadas. Só restaram estas.
Por vezes a escolha não foi fácil. Não só tive de seleccionar as bandas para cada programa, como tive de escolher apenas uma música por banda. Tarefa às vezes ingrata, porque as várias músicas que tinha eram boas ou de estilos completamente diferentes. Desta forma, qual é a que sintetiza melhor o estilo da banda e que tem capacidade de ser tocada na rádio (critério difícil, subjectivo, mas que tem muito a ver com a facilidade de audição. Que fique na cabeça, nem que seja por umas horas).

A maior parte das vezes, contudo, a exclusão de certos grupos prendeu-se com a data de lançamento das músicas.

Por ordem alfabética os vários grupos e músicas que estiveram às portas de se tornar registo sonoro:

Archibalds - Sinking Ships (era de 2007)

A-Sides - Cinematic (também de 2007)

Au Revoir Simone - Oh! You Pretty Things (cover de Bowie, foi preterida no final em prol de outras mais recentes mas chegou à lista de programas previstos)

Aunt Dracula - Mongo (tem seis minutos)

Azeda Booth - Ran (ficou para trás por falta de tempo para todas)

Bat For Lashes - Horse & I (2007)

Benji Hughes - I Went with Some Friends to See the Flaming Lips (não achei melhor que as outras que entraram e tinha um nome demasiado grande)

Cr
ystal Castles - No Skin (tinha só dois minutos e não me agradou. Demasiado dissonante)

Drink Up Buttercup - Young Ladies (nada de extraordinário)

Duke Spirit - Lassoo (era de Fevereiro e quando descobri estava em Junho ou Julho. Chegou à lista)

Ferras - Liberation Day (muito boys band)

Foals - Balloons (já não era recente)

Forward Russia - Spring Is A Condition (Abril de 2008 e foi descoberto em final de Julho. Além disso tinha na altura lançamentos mais recentes, mas esteve na lista)

Fourth Of July - She's In Love (2007)

Grizzly Bear - While You Wait for the Others (2007)

Happy Bullets - The Vice And True Ministry (2007)

Hercules And Love Affair - Raise Me Up (já era conhecido)

Hotel Persona - Touch Me (cover de Samantha Fox, nada de especial)

Howling Bells - Setting Sun (2006)

James Lanman - She Sang (de Fevereiro 2008, descoberto em Junho, esteve na lista)

Jesca Hoop - Intelligentactile (2007)

John Vanderslice - White Dove (2007)

Lismore - We Nvr Strike in 1 Place 2wice (muito parecido com Ladytron, um bocado mais a abrir, não fiquei muito impressionado mas não é mau, preferi Black Kids ou Dead Heart Bloom se bem me lembro)

Lodger - The Good Old Days (Maio de 2008, já não me lembro porque não entrou)

Low Vs Diamond - Song We Sang Away (de Abril ou Maio de 2008)

Matmos - Rainbow Flag (Parece a música de um jogo numa consola de 16bit)

Nomo - We Do We Go (Seis minutos de música)

Notwist - Boneless (Maio de 2008, descoberta em Junho)

Owen Duff - Act Of War (era de 2006, estava a preparar um disco. Agora no myspace já tem duas faixas novas)

Pacific! - Hot Lips (já chegou tarde para entrar)

Pas Cal - You Were Too Old For Me (o mesmo que o anterior)

Pnau - Baby (na altura tinha várias música deste estilo, alguma tinha de ficar para trás)

Richard Walters & Faultline - Be My Wife (cover de Bowie da altura da Au Revoir Simone. Nada de especial)

Ryan Ferguson - Remission (muito antigo)

Someone Still Loves You Boris Yeltsin - Heers (chegaram a ter programa escrito e tudo, mas não era recente, comparado com outros na altura)

Super Furry Animals - Run Away (2007)

Titus Andronicus - No Future (sete minutos e meio)

War On Drugs - Taking The Farm (já não tenho certeza mas acho que os descobri já depois de ter todos os programas gravados, ou então não consegui tirar nenhum da última semana)

Why? - The Hollows (o mesmo do anterior)

Windmill - Tokio Moon (Não era muito recente, o lançamento nos EUA é que era)

Woven -Prickly Pear (estavam a preparar um disco, têm músicas novas no myspace agora, mas na altura só temas de 2003)

sexta-feira, 1 de agosto de 2008

Até à próxima

Este é o último Registo Sonoro desta temporada. E nada melhor para terminar do que um disco que vai sair apenas em Setembro.
Carried To Dust tem data de lançamento marcada para dia 9 e vai ser o sexto disco dos Calexico.
Esta banda de Tucson, Arizona, foi formada em 1996 por Joey Burns, John Convertino, Paul Niehaus, Jacob Valenzuela, Martin Wenk e Volker Zander. O seu som típico mistura o rock/folk alternativo com alguns toques de música do mundo, principalmente do méxico.
Nada melhor que ouvir a mais recente música dos Calexico, Two Silver Trees, tema que antecipa Carried To Dust, o próximo álbum do grupo.
O programa volta em Setembro, talvez num formato mais alargado, mas até lá vou fazer alguns posts sobre bandas que chegaram a entrar na pasta de músicas. Grupos que tinham potencial para entrar no programa, mas por uma razão ou por outra não chegaram a Registo Sonoro.

Calexico

quinta-feira, 31 de julho de 2008

Terá algo a ver com veterinária?

Scott McMicken (Taxi), Toby Leaman (Tables), Zach Miller (Text), Juston Stens (Trouble)e Sukey Jumps (Thanks). Estes são os membros dos Dr. Dog.
A banda foi formada em 1999 mas só se tornou conhecida a partir de 2004, graças a uma crítica bastante positiva no New York Times ao seu álbum Easy Beat.
Fate, lançado a 22 de Julho, é o quinto disco dos Dr. Dog e está já a ser um hype em muitos blogs. Hoje a música é The Ark.

Dr. Dog

quarta-feira, 30 de julho de 2008

Hold Steady

Os Hold Steady são de Brooklyn mas quatro dos seus cinco membros viveram na zona de Minneapolis, algo que se reflecte um pouco nas suas letras.
A banda já lançou até agora quatro álbuns. Almost Killed Me (2004), Separation Sunday (2005), Boys and Girls in America (2006), e Stay Positive (2008).
O último disco foi saiu a 15 de Julho e tem tido muito boa recepção (esteve no primeiro lugar no top indie britânico) e boas críticas (cinco em cinco na Uncut, nove em dez na New Musical Express, e quatro em cinco na Rolling Stone, só para destacar algumas).
O grupo acha que o disco é mais expansivo, um pico de criatividade e que tentaram evitar fazer um disco semelhante a qualquer um dos anteriores.
A música de hoje é Sequestered In Memphis, dos Hold Steady.

Hold Steady

terça-feira, 29 de julho de 2008

Escreve-se tudo pegado

Your Anchor é o mais recente disco de Lackthereof, projecto de Danny Seim.
Este músico de Portland, Oregon, pertence também aos Menomena, embora a banda tenha surgido depois de três discos de Lackthereof.
Os primeiros seis discos foram gravados por Seim e dados, em Cassette e CD-R, aos seus amigos.
O sétimo, Christian The Christian, em 2004, foi o primeiro com distribuição convencional. Nessa altura Danny Seim começou a tocar ao vivo e "recrutou" uma banda, da qual fazia parte a sua mulher, apenas para um concerto em Portland. No ano seguinte voltou a juntar uma banda, com outros membros, para tocar ao vivo.
Last November é a música de hoje, retirada ao novo disco de Lackthereof. O álbum saiu a 22 de Julho e chama-se Your Anchor.

Lackthereof

segunda-feira, 28 de julho de 2008

Programa 100!!!

My Brightest Diamond é Shara Worden. Filha de uma organista de igreja e um acordeonista premiado, Worden começou a sua carreira no coro da igreja pentecostal onde a mãe tocava e chegou mesmo a aprender ópera em Nova Iorque, depois da Universidade.
Worden foi ainda uma das Illinoismakers, a cheerleader, no disco (Illinois) e tournée de Sufjan Stevens.
My Brightest Diamond surgiu, como projecto, em 2006, altura do lançamento de Bring Me The Workhouse. Seguiu-se Tear It Down em 2007 e finalmente A Thousand Shark's Teeth, a 2 de Junho de 2008.
Para este centésimo registo, a música chama-se Inside A Boy.

My Brightest Diamond

sexta-feira, 25 de julho de 2008

I Was Awake

O músico sul-africano Chris Letcher lançou recentemente Harmnonium, um EP que sucede ao êxito que foi Frieze, em 2007.
Frieze recebeu elogios de muita da imprensa especializada, incluindo a Rolling Stone, o Guardian, a Billboard e a Time Out (de Londres).
O músico que vive na capital inglesa descreveu a música escolhida para o programa de hoje, I Was Awake, da seguinte forma:
"Uma canção sonhadora e meio alucinada [escrita] do ponto de vista de alguém nos cuidados intensivos à espera de um transplante de coração e pulmões. Contemplando o corpo, a vida e como ele acabou naquela posição: ‘Life’s a dog upon the leash of lung’.
a percussão foi feita gravando uma máquina que simula o bater do coração."
A acompanhar o post está o vídeo de Deep Frieze, música desse álbum.

Chris Letcher

quinta-feira, 24 de julho de 2008

Presets

Os Presets são um duo electrónico australiano formado em 2003.
Julian Hamilton e Kim Moyes lançaram Bliss, o primeiro álbum em 2005, que em parte graças ao single Are You The One? se tornou um grande êxito nas pistas de dança australianas.
Desde então e até 2008 a banda tem lançado alguns singles mas dedicou-se sobretudo à promoção dos Presets no Reino Unido e Estados Unidos da América.
Tal como disse no programa, Apocalypso foi lançado este ano (Abril na Austrália e Maio nos EUA e Junho no RU) e chegou a ouro em duas semanas (Asutrália), para além de ter estado em número um no top do iTunes.
A música de hoje chama-se Talk Like That.
Não é normal eu inserir no post um vídeo que não seja oficial mas desta vez, é o que acontece. O vídeo é de um concerto em Melbourne que aparentemente passou na televisão australiana.

Presets

quarta-feira, 23 de julho de 2008

Dead Heart Bloom

Our Last Martyr, dos Dead Heart Bloom é a escolha de hoje. Com data de saída marcada para 29 de Julho o EP Fall In é o segundo deste grupo nova-iorquino. Todas as músicas estão disponíveis para download no site oficial da banda, http://www.deadheartbloom.com, tal como os temas dos outros discos, o EP Chelsea Diaries (2007) e o álbum Dead Heart Bloom (2006).
A banda foi formada pelo cantor e compositor Boris Skalsky em 2005, mas neste novo EP e ao vivo estão também presentes o guitarrista Paul Wood (que também ajudou em algumas composições), o baterista John Hadfield, o baixsta Nate Goheen, e vário outros convidados a tocar cordas e instrumentos de sopro.

Dead Heart Bloom

terça-feira, 22 de julho de 2008

Um gentil toque revivalista

Tal como o que se passou com a neo-zelandesa Ladyhawke, no dia 4 de Julho (a música foi Back Of The Van), hoje voltamos aos anos 80.
Michael Gustav Viktor, aliás Gentle Touch, lançou um EP em Fevereiro de 2006, ao qual se seguiu, a 19 de Março deste ano, o primeiro álbum.
In Memory Of Savannah parece ter saído directamente dos anos 80, inspirado por nomes como Depeche Mode, Cure ou Echo & The Bunnymen (boas referências, refira-se).
The View é o nome da música de hoje. Se fosse passada no meio de temas de há 20 anos, ninguém notava.
Puro pop "à la eighties" na escolha de hoje.

Gentle Touch

segunda-feira, 21 de julho de 2008

Banda em ascenção

De Jacksonville, Florida, vêm os Black Kids, rotulados pela Rolling Stone como um dos dez artistas a observar em 2008.
Formados em 2006, os cinco rapazes começaram a chamar a atenção depois de uma performance no Athens Popfest, em Athens, Georgia, que lhes valeu cobertura pela imprensa, incluíndo a New Musical Express, a Vice e o The Guardian.
Partie Traumatic é o primeiro disco do grupo, produzido por Bernard Butler (ex-guitarrista dos Suede) e lançado em Julho de 2008.
Desse álbum já sairam os singles I'm Not Gonna Teach Your Boyfriend How to Dance with You (em Abril) e Hurricane Jane (em Junho), mas para hoje a escolha é homónima ao disco, chama-se Partie Traumatic e é a segunda faixa do cd.

Black Kids

sexta-feira, 18 de julho de 2008

Theodore Supergrass

We are young, we run green
Keep our teeth nice and clean
See out friends, see the sights
Feel alright!
...
Talvez reconheçam esta música. Allright e Pumping On Your Stereo são os êxitos dos Supergrass, banda inglesa de Gaz Coombes, Rob Coombes, Danny Goffey e Mick Quinn que era para originalmente se chamar Theodore Supergrass.
Formados em 1993 os Supergrass lançaram seis discos até à data, o último dos quais Diamond Hoo Ha.
Este álbum, depois do sucesso inicial, foi uma espécie de regresso às origens da banda. Lançado em Março deste ano, teve várias músicas a passar na inglesa Xfm e recebeu bastantes boas críticas da imprensa especializada.
Bad Blood foi o segundo single deste álbum e retrata uma noite louca (uma rixa de bêbados a que a banda assistiu) depois de um concerto que a banda deu em Reykjavík, capital islandesa.

Supergrass

quinta-feira, 17 de julho de 2008

Dias de dança

O nome delas é inspirado na música Dancing Days dos Led Zeppelin (e não deve ter nada a ver com Dance Hall Days dos Hall and Oates).
As Those Dancing Days são um grupo de raparigas suecas, algumas ainda na escola, que têm tido bastante boa recepção por parte dos media.
Nomeadas para 'best swedish act' nos MTV Europe Music Awards, músicas a passar na MTV2 e uma peça na revista New Musical Express, as cinco raparigas de Estocolmo prometem lançar o seu primeiro álbum antes do final do ano.
Enquanto o disco não sai, fiquem com o mais recente single, Run Run, a música do dia (lançada a 7 de Julho).

Those Dancing Days

quarta-feira, 16 de julho de 2008

(A catcher in the) Ryes

Os Ryes são Paul Canning, Dan Williams, James Singer, Mark Pusey e Dave Troke.
Segundo a banda, Canning e Williams conheceram-se quando o primeiro salvou o segundo de uma luta durante um jogo de futebol. O duo começou a criar música pouco tempo depois e chegou a ter um contrato discográfico (que acabou antes de irem em digressão).
Eles não desistiram e recrutaram outros membros para a banda. Singer foi descoberto no sofá de uns amigos. Pusey, que começou a tocar bateria aos 12 anos e fez parte da National Youth Jazz Orchestra, juntou-se aos Ryes a seguir. Por final Troke, pianista transformado em baixista na altura em que descobriu os Sepultura e sonhou com o estrelato.
São a banda de hoje, os Ryes, com Hideaway.
Aqui no blog tenho posto sempre vídeoclips oficiais. Este é um vídeo da banda durante as gravações, não tenho certeza que seja o videoclip, mas pronto, aqui fica para verem.

Ryes

terça-feira, 15 de julho de 2008

A fazer ondas (de som)

Os Wave Machines não têm nome. Tim Bruzon, Carl Brown, James Walsh e Vidar Norheim são os drones 1, 2, 3 e 4. A ideia foi dar anonimato ao projecto para que valesse apenas pela música, mas de acordo com Bruzon, Liverpool é uma cidade pequena e além disso os Wave Machines iam dar concertos para imensa gente que os conhecia. Solução? Máscaras com as caras dos membros da banda.
Paul Lester, crítico do Guardian, descreve a banda como um tema de uma animação do realizador Michel Gondry (O despertar da mente, A ciência dos sonhos e vários videoclips da Björk, entre outros), mas alerta que o seu eclectismo esquizofrénico pode ser o seu ponto forte e fraco ao mesmo tempo. Para ouvir, I Go I Go I Go, música alegre e bem disposta deste outro quarteto de Liverpool.
Wave Machines

segunda-feira, 14 de julho de 2008

Silver Jew(elry)

Actualmente Silver Jews é David Berman. Em 1989, quando foi criada a banda, pertenciam também Stephen Malkmus e Bob Nastanovich. Ao todo, cerca de 20 músicos fizeram parte dos Silver Jews (mas não todos de uma vez).
Berman é a constante na banda cujo nove deriva de um cartaz a anunciar 'Silver Jewelry' do qual Berman só via Silver Jew (outras fontes apontam para influência dos Silver Apples ou judeus loiros).
Seja qual for a origem do seu nome, os Silver Jews fizeram seis discos. O seu último, Lookout Mountain, Lookout Sea, foi lançado em Março. A música de hoje é a quinta faixa desse álbum e chama-se Strange Victory, Strange Defeat.

Silver Jews

sexta-feira, 11 de julho de 2008

Martina Topley-Bird

Martina Topley-Bird participou no primeiro disco do artista trip-hop Tricky, corria o ano de 1995. Depois de Maxinquaye, Topley-Bird entrou ainda em Nearly God, Pre-Millennium Tension e Angels with Dirty Faces. No final deste último álbum, em 1998, Tricky e Martina separaram-se e a cantora seguiu a carreira a solo.
O seu primeiro disco saiu em 2003. Quixotic foi finalista ao Mercury Music Prize e a música Sandpaper Kisses entrou na banda sonora do videojogo Fahrenheit (também conhecido por Indigo Prophecy).
O segundo álbum foi editado em Maio. The Blue God é o seu nome e o tema de hoje é Poison, o segundo single do disco e a décima faixa do cd.

Martina Topley-Bird

quinta-feira, 10 de julho de 2008

Pardela-de-bico-preto

Jonathan Meiburg e Will Sheff criaram os Shearwater em 1999. Meiburg,estudante de ornitologia, lembrou-se do nome Shearwater (Pardela-de-bico-preto, em português, ou puffinis gravis, em latim, da família das Procellariidae), uma ave aquática, que aliás aparece na capa do terceiro disco da banda.
Rook é o quinto disco dos Shearwater, lançado a 3 de Junho. De acordo com a Metacritic (site que agrupa críticas e dá uma nota geral)recebeu 86 em 100, baseado em 16 críticas.
A música de hoje sai desse disco e dá pelo nome de The Snow Leopard.

Shearwater

quarta-feira, 9 de julho de 2008

Wolf Parade

De Montreal vêm os Wolf Parade, banda escolhida para hoje. Formados em 2003, os cinco canadianos que dão pelo nome Wolf Parade editaram o seu último álbum a 17 de Junho.
At Mount Zoomer segue-se a Apologies To The Queen Mary, disco que recebeu uma nomeação para o prémio Polaris de 2006 (atribuído ao melhor disco canadiano, sem ligar a vendas, editora ou género), que acabou por ser ganho por Final Fantasy (Owen Pallett) com He Poos Clouds.
Call It A Ritual é o tema do dia e foi retirado de At Mount Zoomer, disco dos Wolf Parade.

Wolf Parade

terça-feira, 8 de julho de 2008

Assombrações

Theo Keating (Wiseguys) e Simon Lord (Simian) são os Black Ghosts. O duo conheceu-se na Internet e começou a trabalhar em algum material mesmo antes de se conhecerem em pessoa.
A música dos Black Ghosts vai buscar inspiração ao noir britânico, ao gótico da era vitoriana e à infância dos dois músicos. Keating via muitos filmes de terror (o seu avô era o realizador Alan Gibson) e Lord tinha uma avó (Madeleine Dring) com supostos poderes psíquicos.
Fantasmas de todo o mundo, uni-vos em torno da escolha de hoje, I Don't Know, dos Black Ghosts. Toca a abanar esses ossos!

Black Ghosts

segunda-feira, 7 de julho de 2008

Prototypes

Os Prototypes foram criados em 2003 por Stephane Bodin, François Marche e Isabelle Le Doussal. O trio parisiense está a conquistar os Estados Unidos e já teve temas seus na televisão, quer seja em anúncios vários, como ao IPod, ou na série A Letra L.
Para hoje a escolha recai nos Prototypes, trio francês de electro-pop. A música chama-se Un Coup de Langue, retirada ao álbum Synthétique, editado a 19 de Maio.

Prototypes

sexta-feira, 4 de julho de 2008

A mulher falcão neo-zelandesa

Pip Brown, ou melhor, Ladyhawke é uma cantora/compositora neo-zelandesa com um som claramente inspirado no pop dos anos 80. Aliás, Ladyhawke é um nome saído dos anos 80.
Em 1985 Richard Donner realizou Ladyhawke, em português A Mulher Falcão, com Matthew Broderick, Rutger Hauer e Michelle Pfeiffer.
Se ainda houver alguma dúvida da inspiração de Pip Brown, o seu myspace esclarece. Em cima da sua foto, aparece citado "This Lady, does she have a name?", pergunta de Etienne Navarre (Rutger Hauer) para Philippe (Matthew Broderick).
Filmes à parte, aqui está o vídeo de Back Of The Van, música de Ladyhawke, escolhida para este final de semana.

Ladyhawke

quinta-feira, 3 de julho de 2008

Curiosidade sobre Phoenix

Os Phoenix, contemporânos dos Air e Daft Punk, formaram-se em 1999 em Versailles, França. É em Versailles que fica o famoso 'château', onde em 1682 se estableceu a corte de Luís XIV, o Rei Sol. No século XVIII, Luís XVI vivia com Maria Antonieta nesse palácio. Porquê tudo isto?
Porque em 2006, Sofia Coppola realizou 'Marie Antoinette' e os Phoenix aparecem como músicos da corte no filme. (Thomas Mars, um dos membros, é casado com Sofia Coppola.)
Os Phoenix estão quase a lançar o seu quarto álbum de originais, ainda sem nome. O grupo francês já disponibilizou uma música saída das sessões de gravação do novo disco, chama-se Twenty-One Zero e é a escolha de hoje.

Phoenix

quarta-feira, 2 de julho de 2008

Música dos antípodas

Os Ruby Suns são um grupo neo-zelandês que surgiu em 2003/2004, pelas mãos do californiano Ryan McPhun.
O primeiro disco da banda foi editado em 2005 e apesar de ter passado algo despercebido na Nova Zelândia, recebeu boas críticas no Reino Unido, o que levou a uma digressão na Grã-Bretanha.
Em 2008 lançaram novo disco, intitulado Sea Lion. Disco inspirado no mundo natural e viagens de Ryan McPhun, tem um tema cantado totalmente em Maori. Não é essa contudo a escolha de hoje. Essa chama-se There Are Birds.

Ruby Suns

terça-feira, 1 de julho de 2008

Na linha de água

Nascida no Connecticut, foi para a Universidade em Filadélfia e vive em Nova Iorque.
Pepi Ginsberg, neta de uma lutadora da resistência (é daí que vem o seu nome) começou a tocar com amigos na Universidade e chegou mesmo a gravar um disco.
Um dia, já a viver em Brooklyn (estado de Nova Iorque), quando regressava de uma tournée, recebeu um convite para gravar um álbum a solo. É desse disco que sai a música de hoje, The Waterline.

Pepi Ginsberg

segunda-feira, 30 de junho de 2008

Illinois da Pennsylvânia

Os Illinois, banda originária da Pennsylvânia, são Chris Archibald (guitarra, teclado, banjo e voz), Martin Hoeger (baixo e voz), Andrew Lee (guitarra, baixo e voz) e John Paul Kuyper (bateria).
O grupo lançou recentemente o EP What The Hell Do I Know, e é daí que sai a escolha de hoje.
Alone Again, dos Illinois.
Illinois

sexta-feira, 27 de junho de 2008

Jukebox The Ghost

Pensem em Queen. Seaside Rendez-Vouz ou melhor ainda, Good Old Fashioned Lover Boy. Ok?
Agora pensem em Ben Folds. Landed ou Rockin' The Suburbs. Misturem tudo e o resultado são os Jukebox The Ghost, trio de Washington DC.
Let Live and Let Ghosts é o primeiro disco de Ben Thornewill (piano/voz), Tommy Siegel (guitarra/voz) e Jesse Kristin (bateria/voz).
Mais música boa para o verão, o tema de hoje (e para o fim-de-semana) é Victoria.

Jukebox The Ghost

quinta-feira, 26 de junho de 2008

Pontos Negros

Os Pontos Negros formaram-se em 2005 e até a altura editaram um EP. Jónatas Pires, Filipe Sousa, Silas Ferreira e David Pires prometem um LP lá mais para o final do ano mas no entanto, para ouvir nestes dias de sol, um pop/rock bem animado com Conto de Fadas de Sintra a Lisboa.

Pontos Negros

quarta-feira, 25 de junho de 2008

Resumo demasiado sintético de uma longa carreira

Está quase a sair o nono álbum de estúdio dos Primal Scream.
Rock com algumas incursões no som mais electrónico (principalmente em Screamadelica) é o forte de Bobby Gillespie, Andrew Innes, Gary Mounfield, Martin Duffy e Darrin Mooney.
Os Primal Scream formaram-se em 1982 pela mão de Gillespie e Jim Beattie.
Na altura da sua primeira gravação "a sério", em 1986, Gillespie despediu-se dos Jesus & Mary Chain (onde era baterista) e posteriormente, devido ao insucesso do primeiro disco, Beattie abandonou a banda.
A crítica só os iria aplaudir em 1991 com a mistura de techno, house, acid house, pop e rock que foi Screamadelica.
Seguiram-se Give Out But Don't Give Up (1994), Vanishing Point (1997), XTRMNTR (2000), Evil Heat (2002) e Riot City Blues (2006), que conferiram aos Primal Scream um estatuto de banda de culto.
A 21 de Julho a banda de Bobby Gillespie edita Beautiful Future e hoje o registo é a primeira música disponível ao público desse disco.

Primal Scream

terça-feira, 24 de junho de 2008

Audible

Os Audible são um grupo de seis músicos de Filadélfia que estão actualmente a preparar o seu segundo disco, com o título (ainda provisório) Uppers And Downers.
Antes lançaram Sky Signal, sobre o qual a banda escreveu: Alguns disseram "um dos melhores discos do ano." Outros disseram Audi-quem?"
Fiquem com Hours Ago (Sad Mac), a antevisão do novo disco dos Audible, aqui em baixo, um bocado desfocados.

Audible

segunda-feira, 23 de junho de 2008

Banda da televisão

Os Jealous Girlfriends são a escolha de hoje. A banda de Brooklyn é conhecida por ter algumas das suas músicas em várias séries televisivas como A Letra L, CSI Miami e Anatomia de Grey.
Roboxulla é um single de 2008, retirado ao último álbum de Josh Abbott, Alex Lipsen, Holly Miranda e Mike Fadem.

Jealous Girlfriends

sexta-feira, 20 de junho de 2008

Dias de sol

Os A Sunny Day In Glasgow começaram como uma colaboração entre Ben Daniels e Ever Nalens, à qual se juntaram as irmãs de Daniels, Robin e Lauren, após a saída de Nalens.
A banda editou o primeiro LP, Scribble Mural Comic Journal, em 2007 e a seguir, ainda no mesmo ano, o EP Tout New Age.
Cemetery Flowers, a música de hoje, é uma antevisão do seu próximo disco, ainda sem nome e data marcada.

A Sunny Day In Glasgow

quinta-feira, 19 de junho de 2008

Nada Surf

Os Nada Surf devem ser uma banda conhecida para todos os que nasceram nos anos oitenta e talvez antes, principalmente graças ao tema 'Popular'. Lançada em 1996, no primeiro álbum da banda nova iorquina, essa música catapultou os Nada Surf para a fama.
A banda teve alguma dificuldade em lidar com a fama e depois de o seu segundo disco não ter tido o mesmo sucesso, os Nada Surf viraram-se mais para o rock alternativo.
O último álbum lançado foi em Fevereiro deste ano, daí sai o tema de hoje, chama-se See These Bones.

Nada Surf

quarta-feira, 18 de junho de 2008

Canadian Invasion

A descrição no myspace da banda explica tudo.
"America's Finest Band of Faux Canadians!"
Os Canadian Invasion citam como influências os Wilco, Pavement, Yo La Tengo, Elliott Smith, Spoon, Echo and The Bunnymen, Nada Surf, Pixies, Broken Social Scene e Galaxie 500.
Estes cinco norte-americanos de Fildélfia lançaram Songs for the Atco Ghost em 2006 e prometeram novo disco ainda este ano. A música de hoje (programa 71) pertence a esse projecto de disco. Chama-se My Swashbuckilng days Are Over.

Canadian Invasion

terça-feira, 17 de junho de 2008

Banda com nome de aranha

A Loxosceles reclusa é uma aranha venenosa dos Estados Unidos. Por vezes apelidada de aranha violino, distingue-se principalmente por ter seis olhos, em vez de oito como a maioria das aranhas.
Os Brown Recluse Sings foram buscar o seu nome a esta aranha mas, segundo consta, nenhum dos membros tem seis olhos ou mordida venenosa (ainda bem).
A banda lançou em 2006 o EP Black Sunday e tem preparado outro EP, chamado The Soft Skin. É daí que saí o tema de hoje, Rotten Tangerines.

Brown Recluse Sings

segunda-feira, 16 de junho de 2008

Back to the 60's

Os cinco membros dos Fleet Foxes cresceram a ouvir Simon & Garfunkel, Beach Boys, Crosby Stills & Nash, Bob Dylan e todas essas bandas dos anos 60 que os pais deles ouviam. Talvez isso explique o estilo da banda. Uma espécie de actualização aos anos 60 mas que, ainda assim, não seria estranha se tocada pelos Moody Blues ou Creedence Clearwater Revival.
Pop soalheiro e bom para ter no leitor portátil enquanto se passeia pela praia, a música de hoje é Your Protector.

Fleet Foxes

sexta-feira, 13 de junho de 2008

Música grande para fechar a semana

Os Bodies Of Water são Kyle Gladden, Jesse Conklin, Meredith e David Metcalf.
A banda recebeu o nome devido a uma transmissão televisiva do tempo, que avisava
as pessoas para se afastarem de corpos de água. O nome anterior da banda era Unicorn Of Death.
Under The Pines é uma música do seu novo álbum, A Certain Feeling, com data de lançamento marcada para 17 de Julho.

Bodies of Water

quinta-feira, 12 de junho de 2008

Homens de barba rija

Pattern Is Movement é um duo. Chris Ward e Andrew Thiboldeaux são actualmente os únicos membros da banda que já chegou a ser um quinteto.
Enqunato dupla, Thiboldeaux e Ward lançaram o seu mais recente disco, All Together, o quarto dos Pattern is Movement, que tem recebido críticas bastante boas. Se no programa falei da do Allmusic, agora escrevo um excerto da crítica da Pitchfork: "um álbum acessível que mesmo assim soa diferente do que qualquer outra banda".
A música de hoje chama-se Right Away.

Pattern Is Movement

quarta-feira, 11 de junho de 2008

Republic Tigers

Kenn Jankowski e Adam McGill fundaram os Republic Tigers em 2005 mas antes já colaboraram juntos. Antes tinham tentado criar um projecto chamado Fi, mas nessa altura Jankowski juntou-se aos Golden Republic e só no final destes surgiram os Republic Tigers.
Keep Color é o primeiro disco da banda e chama-se Keep Color. Para a hoje a música é Buildings And Mountains.

Republic Tigers

Instrumental

8 de Julho de 2008 é a data marcada para o lançamento do terceiro disco dos Ratatat, LP3.
Formados em 2001 por Evan Mast e Mike Stroud os Ratatat são um grupo instrumental que consiste basicamente num sintetizador e uma guitarra, apesar de utilizarem por vezes outros instrumentos (principalmente baixo e teclado) e vozes (diálogos no início e final do primeiro disco).
Em tournée tocaram com bandas como os Franz Ferdinand, Mogwai, Killers, Cansei de Ser Sexy, Interpol, Björk e Daft Punk, entre outros.
A música de hoje é o primeiro single de LP3 e chama-se Shiller.

Ratatat

segunda-feira, 9 de junho de 2008

Da terra dos Abba

Elin Almered e Johan Duncanson formaram os Radio Dept. em 1995, enquanto adolescentes. O nome da banda foi tirado de uma estação de serviço em Lund, Suécia, chamada Radioavdelningen, ou em português Departamento de rádio (ao que parece na estação de serviço taqmbém se arranjavam rádios).
Só em 2001 Duncanson começou a levar a banda mais a sério e com a saída de Almered e entradas de Lisa Carlberg, Per Blomgren e Martin Larsson, os suecos lançaram o primeiro disco. Lesser Matters de 2003, chegou a fazer parte da banda sonora de Marie Antoinette, de Sofia Coppola.
Seguir-se-ia Pet Grief em 2006 e este ano o lançamento do EP Freddie And The Trojan Horse, (já com outros membros) de onde sai a escolha de hoje, com o mesmo nome.

Radio Dept.

Sigur Rós e Sam Champion

Por falta de oportunidade não pude escrever os textos respectivos aos programas de quinta e sexta-feira passadas, por isso num post apenas junto já os Sigur Rós e os Sam Champion.

Os Sigur Rós, que em islandês quer dizer "vitória rosa", acabam de lançar o seu novo disco, Með suð í eyrum við spilum endalaust (que se traduz em qualquer coisa como: com um zumbido nos ouvidos tocamos sem parar).
Produzido por Flood (Depeche Mode, U2, Nick Cave and the Bad Seeds, The Smashing Pumpkins, PJ Harvey e etc), o primeiro single já anda por aí, chama-se Gobbledigook.
O vídeo está aqui...

Sigur Rós

Os Sam Champion são uma banda nova iorquina com quatro membros que foi buscar o seu nome a uma personalidade norte-americana (um famoso homem do tempo da ABC. Heavenly Bender será o segundo disco da banda e vai sair algures durante o verão. A música escolhida chama-se Like A Secret.
Sam Champion

quarta-feira, 4 de junho de 2008

Cada homem é uma ilha (ou algo do género)

Os Islands são um grupo com seis membros, formado em 2005.
O seu primeiro disco foi gravado nesse ano (lançado no ano seguinte, 2006) e conta com participações de membros dos Arcade Fire(Sarah Neufield e Richard Parry)entre outros.
Arm's Way chegou às lojas a 20 de Maio de 2008 e é daí que sai a escolha de hoje. O tema chama-se Creeper.
Islands

terça-feira, 3 de junho de 2008

Marido e mulher

Kori Gardner e Jason Hammel conheceram-se em Lawrence, no Kansas, e formaram os Mates Of State em 1997. Lançaram o primeiro disco em 2000 e casaram-se no ano seguinte. O tema Little Boxes, genérico da série Weeds (Erva) também é da sua autoria.
Para hoje a música chama-se Get Better e é a primeira faixa do seu quinto cd, Re-Arrange Us.

Mates Of State

segunda-feira, 2 de junho de 2008

Querida, chama um táxi

Os Death Cab For Cutie começaram como um projecto a solo do vocalista e guitarrista Ben Gibbard, mas depois de ter lançado a demo You Can Play These Songs with Chords, mais membros foram recrutados.
O novo disco dos Death Cab For Cutie recebeu quatro em cinco estrelas da Rolling Stone, do Times, do Guardian, da Spin e do Allmusic, entre outros. Narrow Stairs é o sétimo disco da banda norte-americana.
A música de hoje chama-se No Sunlight.

Death Cab For Cutie

sexta-feira, 30 de maio de 2008

Ting Tings

Os Ting Tings são Jules De Martino e Katie White.
We Started Nothing foi lançado em Maio e o duo tem sido a nova banda da moda nas terras de sua Magestade Elisabeth II.
Uma das músicas já apareceu num anúncio ao Ipod (Shut Up and Let Me Go).
O tema de hoje chama-se That's Not My Name e é o segundo single do primeiro disco dos Ting Tings.
O vídeo está aqui

Ting Tings

quinta-feira, 29 de maio de 2008

Desconcertantes

Os Disconcerts vêm de Chichester, Inglaterra. Richard Trust, Adam Thomas e Hugo Hamper-Potts, os membros da banda, não negam as influências dos Fire Engines, Wire e Gang Of Four na sua música.
O grupo lançou recentemente o seu segundo EP, Ships In Bottles, a música de hoje chama-se Selsey Bill.

Disconcerts

quarta-feira, 28 de maio de 2008

Definitly not a loser

(este post corresponde ao programa de ontem... troquei-me todo. Mr. Gnome é o post de hoje, 28 de Maio).
I'm a Loser baby tornou-se uma "catch phrase" em 1994 e a culpa foi de Beck.

A mistura de folk e rap catapultou o cantor para a fama e atingiu o número 1 da tabela de rock moderno da revista Billboard.
Mais de dez anos depois, Beck continua.
O próximo disco de Beck já tem nome, o oitavo álbum da sua discografia vai chamar-se Modern Guit. Como antecipação fica a faixa Chemtrails (que promete um grande disco).

Beck

terça-feira, 27 de maio de 2008

Deliver This Gnome

Mr. Gnome, para além de ser um nome giro para uma banda, é uma boa banda.
O duo de Cleveland, do estado norte-americano do Ohio, já foi comparado a Portishead e Massive Attack. Nicole Barille e Sam Meister não acusam a pressão de tão altas comparações, ou se a sentem não se nota. A prova é Deliver This Creature, primeiro álbum do duo.
A música chama-se Night Of The Crickets.

Mr. Gnome